Bem-vindo(a) - Bienvenido(a) - Welcome - Willkommen - Benvenuto(a) - Bienvenu(e)

terça-feira, 20 de abril de 2010

Decisão

.
Deixem-me ser
quem sou
não me moldem
nem me condicionem
.
eu sou
como o v
..................e
......................n
...........................t
...............................o
preciso de movimento
para
ba~loi~çar
os mensageiros colocados
nos caminhos
dos meus sentidos.
.
está decidido
que
só eu posso escolher
.
o
.
c
a
m
i
n
h
o
.
a percorrer
.
.sozinha ou acompanhada
a cavalo do pensamento.
.
Em@

20 comentários:

  1. Nunca deixes que te moldem.
    Belo poema.

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. "...Os mensageiros colocados nos caminhos dos meus sentidos..." Lindooooo!

    Vc nunca estará sozinha! Quem tem a poesia no coração, já foi escolhida á dedo...;-)


    Em@ flor, sobre o vídeo do Jason, ouço normal...
    Experimenta limpar os cookies, limpar seu histórico de navegação...esse vídeo é simplesmente o máximo...
    Quanto ao vídeo do Japão, ainda não ví, de qual música é?

    beijokas,

    ResponderEliminar
  3. Em@,

    Bela poesia gráfica.
    Quem gosta verdadeiramente de nós, gosta de nós como somos, assim, misto de qualidades e defeitos.
    Beijinho de chicoronha

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde, Bravo!
    às vezes é preciso bater-o-pé...
    obrigada e beijinho

    ResponderEliminar
  5. Dudú, eu sei, não é para esses o poema. mas para os outros...para os que acham que devem desenhar os outros por dentro e por fora.
    tenho saudades das nossas "conversas" e-mailianas.
    beijinho de chiconha

    ResponderEliminar
  6. Márcia, olá!
    Obrigada poe tudo e tudo e tudo.
    :)
    ...
    vou deixar aqui 2 links (youtube) de actuações do Jason Mraz que eu adoro e já postei, mas acho que hoje vou bisar uma...
    (já não sei se a actuação foi ao vivo no Japão ou na Coreia....)

    http://www.youtube.com/watch?v=LYhrYHmUPn0&feature=related

    http://www.youtube.com/watch?v=IkXcNiWFB28&feature=related

    deixo também um beijo

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso, Ema!! :D

    Tem uma música minha que fala extamente sobre isso...depois te passo o link...

    E a forma como vc o escreveu também...ficou ótimo :D

    Beijos!

    ResponderEliminar
  8. Obrigada,Ivan.
    fico à espera do link, então.
    beijo

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  10. Andy:
    fiz asneira...desculpa.pareceu-me repetido ...
    voltas a escrever o comentário?;)

    ResponderEliminar
  11. de baloiço em baloiço, se rasga o caminho.
    Beijo, Em@, nos lábios do vento!

    ResponderEliminar
  12. Jorge:
    é isso mesmo.de balanço em balanço... não me falte o impulso.
    outro para ti.

    ResponderEliminar
  13. caríssima
    primeiro para agradecer tua visita, segundo para dizer que gostei do teu poema, terceiro para contar-te - meu segundo livro acaba de ser publicado em portugal e ainda nem o vi! pela editora corpos - enviei-lhes um e-mail para encomendar uns exemplares e não deram-me resposta... o título: "de lua"...
    besos
    líria porto

    ResponderEliminar
  14. só acrescentei que tudo faz mais sentido no balanço do vento...
    bjs

    ResponderEliminar
  15. querida Líria:
    muito obrigada pela sua visita. fico toda contente por saber que gostou do meu poema :)
    não conhecia esta editora. era-me, totalmente, desconhecida. vou procurar o seu livro na Fnac ou na Bertrand. tentei ver se chegava ao livro pelo site da editora, mas não tive muito tempo de o explorar e reparei que a poesia está dividida em colecções.
    compro o livro e como faço para o autógrafo????era uma honra tê-lo autografado! :)
    besos, Líria.

    ResponderEliminar
  16. obrigada, Andy.:)
    e desculpa tere apagado o coment+ario, foi se querer, juuuuuuro!
    deixo-te um beijo

    ResponderEliminar
  17. Belíssimo poema, Em@.
    Vai em frente.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  18. Sigo meu caminho, sim, Miga!
    Um beijo para ti.

    ResponderEliminar